Por Que Amo Minhas Curvas?

Padrão
Entrevista com Yuri Matsumi, candidata do Brasil
Concurso Miss Universo Ronde (Plus Size) 2014

“Não é o ângulo reto que me atrai, nem a linha reta, dura, inflexível, criada pelo homem. O que me atrai é a curva livre e sensual, a curva que encontro nas montanhas do meu país, no curso sinuoso dos seus rios, nas ondas do mar, no corpo da mulher preferida. De curvas é feito todo o universo, o universo curvo de Einstein” (Oscar Niemeyer)

10169079_846335625392258_1935852703_n

Yuri é brasileira, descendente de japoneses.

Desde criança sonhava em ser Miss, mas logo percebeu que não alcançaria altura de manequim. Decidiu se tornar modelo, e mais uma vez percebeu que não se adequava ao perfil exigido.
“‘Se você fosse mais alta… Se fosse mais magra… Se fosse mais japonesa… Se tivesse menos curvas…’.  Sempre com a resposta de que não era totalmente apropriada, de que não me encaixava no perfil ou padrão imposto pela sociedade“, comenta Yuri.

“O tempo passou e finalmente entendi que agradar aos outros é como correr atrás do vento. Decidi então agradar a mim mesma, me amar e aceitar da maneira que sou. Aceitar minha beleza e meu corpo como são, abraçá-los de coração inteiro. Amo minhas curvas porque Deus as fez assim. Independente de serem sinuosas ou não, côncavas ou convexas, são as mesmas curvas que compõem a natureza”afirma Yuri.

 

Na conversa com a candidata a Miss Universo Ronde (Plus Size), Yuri (que por sinal, é meiga, realmente encantadora), conheci de perto este mundo tão promissor e inusitado para mim.

Um pouco da nossa entrevista:

AS: Você está contente com seu peso?

Yuri: Pra ser 100% sincera, não conheço nenhuma mulher que esteja! Mas aprendi a me aceitar e valorizar meu corpo, saudável, cheio de vida, mesmo com poucos ou muitos quilinhos a mais. Já deixei de frequentar eventos sociais por não me sentir bem com meu peso, e também para evitar o olhar crítico das pessoas. Hoje procuro acentuar meus pontos fortes e apreciar o que aprendi a ver de belo em mim.

 1613932_846333832059104_328065760598139477_n

 

AS: Acha difícil comprar roupas no Brasil?

Yuri: Até alguns anos, eu achava, mas isso está mudando. Acho que as confecções entenderam que as brasileiras são curvilíneas e portanto, usam tamanhos maiores. Antes era difícil achar roupas acima do manequim 44 em lojas de departamento ou multimarcas, hoje temos mais variedades. Além disso, as confecções Plus Size (especializadas em tamanhos grandes) estão acompanhando as tendências da moda. Há tempos atrás, eram só aquelas túnicas estampadas e sem corte, que não valorizavam as curvas femininas. Hoje, para alegria das mulheres cheinhas ou mesmo as de estrutura larga está muito mais fácil se vestir na moda.

 

 

1546185_846337912058696_1782510851613901062_n

AS: Quais os critérios que usa para escolher seus acessórios? Leva em conta sua estatura, peso, formato de rosto, etc.?

Yuri: Às vezes é mais difícil encontrar braceletes em tamanho adequado ou mesmo aquele anel que a gente amou, mas não serve… Acabo comprando o que gosto e se ajusta em mim. Eu não atentava muito em associar e combinar o formato do rosto com acessórios (brincos, por exemplo). Mas, no último ensaio fotográfico que fiz, segui ótimas dicas da Alessandra Schmidt, dando preferência a acessórios que alonguem o rosto, como brincos longos e mais geométricos, o que fez toda a diferença no resultado final.

 

1458539_846336492058838_400889263144554095_n

 

AS: Você concorda que devemos procurar roupas e acessórios que disfarcem e valorizem nossos quilinhos a mais?

Yuri: Claro que sim! Toda mulher tem sua beleza, e ela se manifesta em suas infinitas variáveis. Acho que, em primeiro lugar, devemos usar o que nos faz sentir bem, temos que nos olhar no espelho e gostar do que vemos. Acessórios fazem toda diferença numa produção. Um belo colar valoriza o colo, além de poder alongar a silhueta. Brincos realçam o rosto, dão um ar de elegância. Anéis, pulseiras, lenços… São tantas opções, que podemos fazer inúmeras combinações de looks sem mesmo trocar as peças de roupa, somente combinando os acessórios. E devemos usá-los a nosso favor, sempre.

1621783_846334225392398_912690035160583208_n

AS: Todas as mulheres podem se vestir na moda, mesmo estando muito além do peso ideal?

Yuri: Acredito que a melhor moda é aquela que tem a ver conosco. Não adianta seguir a moda usando algo que nos deixa desconfortáveis. E, claro, nem tudo o que está na moda cai bem para todos os formatos de corpo. Todas as mulheres podem sim, se vestir na moda, mas devem escolher o que melhor se adequa à sua silhueta, peças que valorizem seus pontos fortes, e por que não, disfarcem os pontos que não as agradem.

 

10009733_846337308725423_5890770288455169530_n

 

AS: O que você diria às meninas e adolescentes que se inspiram no mundo das modelos magérrimas?

Yuri: Puxa… por tantos anos me senti assim… Quando era adolescente eu pesava pouco mais de 50 kg e só usava maiô e canga na praia. Me achava imensa de gorda… Vivia de regime. O tempo passou, meu peso aumentou ao longo dos anos, e foi cada vez mais difícil emagrecer. Fiz tantas dietas que perdi a conta. Ficava tão frustrada e deprimida que deixava de frequentar festas, perdi casamentos de grandes amigas… Perdi tanto da vida! Hoje vejo minhas fotos de adolescência e juventude e consigo enxergar como era linda e não sabia! Se eu pudesse, diria pra mim mesma o que digo para as adolescentes de hoje: Vocês são lindas! Perfeitas, saudáveis, cheias de vida! Tentem se enxergar com olhos de amor, e verão como são maravilhosas. Não acreditem na mídia. Vocês são perfeitas.

1601341_846338205392000_7749764602105211542_n

AS: Que dica daria a mulheres que estão fora do peso?

Yuri: Ame-se! Estar acima do peso não significa se estagnar. Está feliz com seus quilinhos a mais? Se arrume, fique linda, sorria! Faça o que te deixa feliz. Não está feliz? Faça algo pra mudar. Cultive hábitos saudáveis, se alimente bem, faça exercícios. Enquanto não atingir seu objetivo, tente enxergar o quanto você é bonita. Não se importe tanto com a opinião alheia. Se importe com você e com as pessoas que te amam. Essas, sem dúvida, sempre te acharão linda.

10250857_846335612058926_1946593839_n

 

Como a Yuri, eu também desejo que os olhos da nossa sociedade sejam mais solidários, menos superficiais, que possam enxergar a beleza que existe dentro de cada um de nós.

Eu simplesmente amei esta entrevista e as fotos que fizemos!

Para saber mais sobre o concurso de Miss Universo Ronde (Plus Size) clique no link: www.missplump.net.
E para ver o perfil da Yuri lá: www.missplump.net/bre/canbr1e.htm.

Nos dias 13 e 14 de Abril de 2014 haverá a votação do concurso.
VAMOS PARTICIPAR votando na Yuri, claroooooo!

Desejamos à Yuri muito sucesso!

Ensaio fotográfico por Thalita Jeovanini
Todos os acessórios são da Alessandra Schmidt – acesse a Loja Virtual www.AlessandraSchmidt.com

3 comentários sobre “Por Que Amo Minhas Curvas?

  1. Amei o blog, não conhecia… Amei a entrevista e amo essa linda mulher. Conheço bem a Yuri e sei o quanto ela é merecedora de toda essa alegria. Parabéns às duas!! Saúde! Sorte! Sabedoria!!

  2. Quando escrevemos este post ainda estavamos na torcida …
    Hoje foi confirmado: Yuri Matsumi foi eleita MISS PLUMP 2014!!!
    Parabéns, querida Yuri, pela conquista e muito sucesso para o futuro!!!

Comente este Post

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s